quinta-feira, 29 de julho de 2010

Adeus



Parto com um sorriso por ter aprendido a viver

Até um dia

Adeus:

Quando te sentias sozinha
E as tuas lágrimas caiam ao chão
Eu sempre estive lá
Para te dar a mão

Sempre te apoiei
Independentemente do que fosse
Sempre lutei contigo
Em qualquer batalhe que fosses

E agora sou o que?
Uma página virada?
Será que já não sirvo, para mais nada?

Viraste-me as costas
E deixaste-me sozinho no mundo
Não te preocupando comigo
Nem apenas num segundo

Foste tu que, me mudas-te
Foi por ti que eu quis mudar
Agora sou a imagem destorcida
E sem vontade de aquele mundo voltar

Ando sozinho, sim ando
Mas ao mesmo tempo sinto-me acompanhado
E tenho que te agradecer
Por sentir a dor do meu lado

Agora caminho
Sem vontade de voltar
Afinal este é o meu mundo
E aqui é o meu lugar

8 comentários:

  1. O poema decerto modo é bonito, mas as palavras são tristes, e amargas .
    Espero que tudo fique bem, sabes disso :)
    Sempre aqui Luis (L)

    ResponderEliminar
  2. Gosto imenso daquilo que escreves (:
    Continua *

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Tãooo lindo :')

    Realmente o melhor mesmo é seguir em frente com a cabeça erguida e não privarmo-nos de viver por tudo ter acabado :) A vida continua e tal como é dito " Não chores porque acabou, sorri porque aconteceu" :') E se o que aconteceu foi bom só tens de te sentir feliz :)

    ResponderEliminar
  5. os teus poemas sao mesmo lindos thuguinha :) beijinho da sarinha :)

    ResponderEliminar
  6. eu adoro o poema mesmo :O
    mas ... fogo , parece triste :/

    ResponderEliminar
  7. Muito bom :D

    Consegue demonstrar os semtimentos, ainda que sejasm tristes... força :D

    ResponderEliminar