sábado, 18 de setembro de 2010

It's raining and there's no one in the street



Lately, I can hardly sleep
Days are getting longer and colder
It's raining and there's no one in the street
Two more weeks it's over


Não preciso de olhos
Para te puder ver
Não preciso de ter um corpo
Para te puder tocar
Não preciso dum coração
Para te puder guardar

Não preciso de lágrimas
Para puder chorar
Não preciso de viver
Para puder sonhar

Não preciso disto
Nem daquilo
Não preciso de nada
Mas preciso de alguém
Preciso dum caminho
Mesmo sem o sabendo bem

Não quero sentir
Não quero respirar
Quero ser imóvel
E não sair daquele lugar

Quero o que era meu
Quero saber o que é despertar
Quero ser transparente
Para ninguém me visualizar

Quero ser branco, no preto
E preto no branco
Queria ser alguém
Num mundo tão estranho

8 comentários:

  1. Poxa Senpai, eu adoro estes teus poemas! *..*

    Solange.

    ResponderEliminar
  2. Gostei mesmo do " Quero ser branco, no preto ; e preto no branco ; queria ser alguém ; num mundo tão estranho "
    (:

    ResponderEliminar
  3. SABES BEM QUE ADORO TODOS OS TEUS POEMAS!
    A EMOÇAO QUE ELES TRANSMITEM, A MANEIRA COMO TUDO ESTA ESCRITO É A TRANSCRISSAO DE UM SÓ SENTIMENTO , E ISSO AGARRA DE TAL FORMA A ALMA DE NÓS SERES HUMANOS QUE NOS DEIXA SEMPRE A PENSAR EM ALGUMA COISA QUE ACONTECEU OU QUE QUERIAMOS QUE ACONTECESSE =) *

    MELA

    ResponderEliminar
  4. Adorei (:
    "Quero o que era meu
    Quero saber o que é despertar
    Quero ser transparente
    Para ninguém me visualizar." , por vezes pensamos que a melhor solução é que ninguém nos veja, fugir do mundo etc .
    Força *

    ResponderEliminar
  5. Thuuuuga, gosteii *-*
    "Não preciso de lágrimas
    Para puder chorar
    Não preciso de viver
    Para puder sonhar" ♥

    ResponderEliminar
  6. está LINDO , primo !
    continua , tens imenso jeito :D <3

    ResponderEliminar